Marcadores

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Refexões e produções: Juventude e Cidade

Realizamos uma exploração no Parque Ibirapuera com as turmas manhã e tarde com o intuito de ampliar a discussão sobre circulação, espaços de cultura e diversidade, a turma estava ansiosa pra conhecer o Parque, um lugar que é tão comentado na cidade. A exploração foi marcada por momentos de diversão (metro, trêm, ónibus) Susto (a chuva do fim da tarde) emoções (exploração no museu afro brasil) decepções (tudo tem que pagar, e é tudo muito caro) medo (o cobrador tomou um susto com a quantidade de jovens que entraram no ónibus e ameaçou parar o ónibus para decermos) e o fortalecimento da convivência entre manhã e tarde.

Enfim conseguimos chegar bem, com mais uma experiencia vivida na cidade. No retorno a ong após algumas reflexões sobre o acesso, limites de circulação, prazer, medo, entre outros a turma fez um levantamento do que tem representado, que sentido tem as explorações, algumas impressões foram: cidade espaço de conhecimento e aprendizado mas ainda há muuito preconceito contra os jovens; É preciso conhecer para criticar; Juventude diferente; aprendemos a respeitar a cidade, mas ainda somos desrespeitados; conhecer, se divertir pois, sempre tem uma novidade, cada vez que vamos para um lugar vemos de um jeito diferente; muito preconceito com os jovens, não sei se é por sermos jovens, ou ser é por sermos habitantes da cidade. Qual a finalidade desse preconceito??

Veja fotos da exploração... click na foto.
Ibirapuera


Fotos de algumas produções...





sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Encontro Público

Depois de tantos ensaios, estresses, risadas, erros e acertos enfim o grande dia chegou...
Estavam todos lá, menos o narrador, (aí meu Deusuuuu) e agora??? o grupo tirou de letra, improvisaram mudaram os pápeis, um retrato fiel do trabalho em grupo, do companheirismo, da cumplicidade e da amizade que está presente nesse grupo.

Trechos dos registros do jovem Leandro

"...uh-Hu dia da apresentação pra não sair da rotina da vida desses jovens, tudo deu errado, o narrador sumiu (ganho pouco mas me divirto) estava todo mundo mostrando o quanto somos fortes (ninguem chora mais que a gente) estavam todos dispostos (a ir ao medico) todos mostrando que somos bons (em materia de desespero) arrumamos uma solução de última hora, iriamos improvisar estavamos calmos (igual pipa no meio do furacão) erguemos a cabeça (batemos ela na parede) e nessa hora o Marcelo (narrador &%$#@) chegou estava ótimo; subimos no palco confiantes (que ia das errado) mas para variar (mentira isso sempre acontece) fomos a melhor apresentação..."

Fotos do encontro público... acessem...
Encontro Público

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Ensaios para o encontro público...

Mobilização geral... fala galera os jovens urbanos da AVIB manhã optaram pela produção de uma peça teatral para o encontro público que acontece nessa terça dia 09/02 no CEU Lajeado, claro que depois de muito debate entre vídeo, música, slides, enfim o teatro levou a maioria dos votos. Iniciamos os procedimentos na semana passada, definimos roteiristas, atores e atrizes, contra regra, responsáveis por iluminação e som, foi um trabalho coletivo, divertido a turma curtiu horrores, enfim uma verdadeira lição de coletividade, claro que tem os altos e baixos porém o grupo superou com muita vontade.. o tema definido abrange escola, drogas, gravidez, entre outros, os ensaios aconteceram no CEU Lajeado confiram algumas fotos e um pequeno vídeo...




video

Acessem o albúm...
Encontro Público


Olá!!!

Nós da turma da tarde estavamos com o debate da diversidade a flor da pele foi com o insentivo dessa semana que decidimos apresentar uns dos trabalhos produzidos em relação a este tem que foi a música "Cada um tem seu estilo" a letra ficou ótima com a ajuda de uma base de rap e com todos os jovens canatando ficou melhor ainda, também contamos com a parceria do Ceu Lajeado e ensaiamos lá também, veja a nossa letra e comente!!!

Cada um tem seu estilo

Pare pra pensar, o mundo ta girando
Pessoas vão nascendo, culturas se formando
E nessa sintonia quem sou eu para julgar?
O que ele vai ser, que roupa vai usar
Não tem como saber, isso é questão de estilo
Cada um tem sua história, cada um tem sua tribo
Vivendo e aprendendo, andando na cidade
Nós vamos conhecendo varias personalidades


Tocando o pandeiro, vem o PAGODEIRO
Descendo a esquina com seu amigo FUNKEIRO
Com fone no ouvido curtindo um HIP HOP
Dançando um rebolation e cantando um ROCK


Tem aquele que criticam, o que não tão nem vendo
Se o cara ta chorando, já chamam ele de EMO
Entrou pra faculdade, é ta tirando de NERD
Se raspa a cabeça o cara vira SKINHEAD
Preconceito e opressão, infelizmente existem
Mas também tem aqueles, aqueles que insitem
Vestem a camisa e caem de cara no mundo
E honra sua tribo independente de tudo


Tocando o pandeiro, vem o PAGODEIRO
Descendo a esquina com seu amigo FUNKEIRO
Com fone no ouvido curtindo um HIP HOP
Dançando um rebolation e cantando um ROCK


Seja inteligente, não faça errado
Respeite primeiro pra depois ser respeitado
FUNK, ROCK, AXÉ, tanto faz
Aos olhos de Deus todos nós somos iguais


Tocando o pandeiro, vem o PAGODEIRO
Descendo a esquina com seu amigo FUNKEIRO
Com fone no ouvido curtindo um HIP HOP
Dançando um rebolation e cantando um ROCK


Autor: Kelvin Luan de Brito
Interpretes: PJU AVIB - Turma da Tarde

Veja algumas fotos dos ensaios para o grande dia:

Preparação para o encontro público

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Exploração as Galerias do Rock, Idependente e Olido

Fomos fazer no dia 21/01/ 2010 uma exploração nas galerias do Rock, Independente e Olido, para adensar ainda mais nossas discussões sobre juventude, diversidade, igualdade e diferenças...
Foi muito bacana pois @s jovens observaram mais uma diversidade de “estilos”, “gostos”, “tribos”, e as pessoas se assumindo do jeito que são...
E nos deparamos também com um memória do Circo na Galeria Olido, e alg@ns jovens disseram que nunca tinham ido assistir a um espetáculo no circo... foi muito legal. Essa vai nos render uma ótima produção....

Veja algumas fotos desse dia...

Galeria do Rock



Na volta da exploração....

Fizemos uma “Roda Viva” para identificar as “Tribos” que @s jovens conhecem, que encontraram nas galerias, as existem em guaianases e qual a que eles pertencem. E se eles possuem alguma antiparia por alguma tribo? Se as tribos tem acesso “Cidade”.
Foi incrível essa roda, pois pode-se identificar as diferenças existente no grupo e chegaram a conclusão de que independente de qualquer grupo que pertençam é necessário que uns respeitem uns aos outros. Depois da Roda Viva divididos em subgrupos fizeram algumas produções sobre “As Tribus”: Um grupo desenvolveu um Debate sobre preconceito; outro promoveu um desfile sobre as tribos que eles conhecem, um outro desenvolveu uma cartografia sobre os “Maconheiros”; Cartografia sobre o preconceito, e uma letra de uma musica sobre “os estilos” que você vai curtir na próxima postagem...

Veja agora os parte dos textos produzidos por el@s...

“O Preconceito”

“Existem dois tipos de preconceitos: o pessoal e o Visual:
O pessoal é aquele em que a própria pessoa tem preconceito com si mesma, por ela pensar que ninguém gosta dela. Por ela ser diferente ou se alto intitular diferente.
E o visual é aquele em que a pessoa nem se quer conhece a pessoa e por a pessoa ser diferente agem com elas com total indiferença é isso que para a sociedade, é dado como preconceito. Uma total falta de respeito ao próximo!”


Maconheiros

Este grupo assim denominado como maconheiros, são diferentes, na maioria dos aspectos, como sexo(podem ser homens ou mulheres) a classe social que se pode ser alta ou baixa. Mas o que faz estes iguais é a apreciarem uma mesma coisa chamada de maconha...

"VOCES JULGAM MEUS OLHOS VERMELHOS, MAS ELES FORAM CAUSADOS PELO VERDE DA NATUREZA" (Boby Marley)

Veja também alguma fotos desse dia:

Encontro Desigualdades, Desigualdades e diferenças